Paris qui dort, de René Clair

Uma das pérolas do surrealismo:

Anúncios

2 comentários sobre “Paris qui dort, de René Clair

  1. clara 15/08/2010 / 5:47

    que bom.
    não sei por quê – já que a época não encaixa direito – , mas a situação me lembrou “a cidade e as serras”. do tédio. sabe?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s