“Em causa própria”

Escrevo este post apenas para indicar aos leitores o brilhante texto de meu amigo antropólogo Tonico Vieira.

Em causa própria é uma inteligente associação entre capitalismo contemporâneo e relações humanas, com alguma semelhança com as reflexões do sociólogo polonês Zygmunt Bauman e sua teoria sobre o “amor líquido”[1].

O estilo de Tonico Vieira é solto, ágil, informal, literário no melhor sentido da palavra e além de tudo divertidíssimo.

Aproveitem para se familiarizar com o  CUMACHAMA, blog dele e de Guilherme Flynn.

Vai aí o link do texto:

em-causa-propria

Boa leitura.


[1] BAUMAN, Zygmunt. Amor líquido. Jorge Zahar, 2004. Nesta obra, Bauman procura explorar as relações entre a lógica da concorrência e da descartabilidade próprias do capitalismo contemporâneo com as relações afetivas atuais. É uma leitura muito elucidativa, e também bastante desoladora.

Anúncios

2 comentários sobre ““Em causa própria”

  1. Luiza Féres 20/12/2010 / 18:16

    Valeu pela dica!
    O texto nos faz refletir sobre o Paulo Honório (“São Bernardo”) que constantemente aparece em nós.
    Beijo!

  2. antonio 07/01/2011 / 0:58

    Em causa propria

    Belo texto

    tonicão se omundo ter um poco de justiça teremos o que mais desejamos uma dona bem peituda para cada.;

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s