Entrevista com Milton Hatoum

Milton Hatoum, importante escritor brasileiro contemporâneo, nasceu em 1952 na cidade de  Manaus, terra que, com a leitura de Dois irmãos (2000),  tenho a impressão de conhecer intensamente – em seus cheiros, cores e temperaturas.

Dois irmãos é uma obra imperdível, talvez um dos melhores romances brasileiros dos últimos anos, um livro forte, marcante, que aborda a vida familiar no que ela tem de delicado e – sobretudo – no que tem de mais violento.

Escolhendo uma perspectiva singular – a vida dos imigrantes libaneses em Manaus -, a narrativa acompanha a história do Brasil do começo do século XX até os anos 60 e  tem como eixo central a relação de ódio atávico entre os irmãos gêmeos Yaqub e Omar.

Abordado já magistralmente por Machado de Assis em seu Esaú e Jacó, o velho tema dos gêmeos rivais retorna com outro fôlego entre nós, sob uma perspectiva toda especial. Dois irmãos é um estudo da cultura árabe e um passeio pelo Norte do Brasil, mas é acima de tudo um ensaio sobre a alma humana, suas paixões e suas misérias.

Reproduzo abaixo uma interessante entrevista, na qual Hatoum conta um pouco de seu percurso como escritor e comenta alguns aspectos particulares à atividade literária. Algumas de suas palavras, creio, servem mesmo de conselho para jovens escritores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s