Entrevista com Milton Hatoum

Milton Hatoum, importante escritor brasileiro contemporâneo, nasceu em 1952 na cidade de  Manaus, terra que, com a leitura de Dois irmãos (2000),  tenho a impressão de conhecer intensamente – em seus cheiros, cores e temperaturas.

Dois irmãos é uma obra imperdível, talvez um dos melhores romances brasileiros dos últimos anos, um livro forte, marcante, que aborda a vida familiar no que ela tem de delicado e – sobretudo – no que tem de mais violento.

Escolhendo uma perspectiva singular – a vida dos imigrantes libaneses em Manaus -, a narrativa acompanha a história do Brasil do começo do século XX até os anos 60 e  tem como eixo central a relação de ódio atávico entre os irmãos gêmeos Yaqub e Omar.

Abordado já magistralmente por Machado de Assis em seu Esaú e Jacó, o velho tema dos gêmeos rivais retorna com outro fôlego entre nós, sob uma perspectiva toda especial. Dois irmãos é um estudo da cultura árabe e um passeio pelo Norte do Brasil, mas é acima de tudo um ensaio sobre a alma humana, suas paixões e suas misérias.

Reproduzo abaixo uma interessante entrevista, na qual Hatoum conta um pouco de seu percurso como escritor e comenta alguns aspectos particulares à atividade literária. Algumas de suas palavras, creio, servem mesmo de conselho para jovens escritores.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s