Viva Piva!

Roberto Piva, poeta marginal, surrealista, beatnik, pornográfico, apaixonado, profundamente paulistano, nasceu em 1937 e morreu no mês de julho do ano passado.

O vídeo abaixo, de Ugo Giorgetti, são leituras preciosíssimas que o próprio Piva fez de seus poemas. A apresentação é de outro importante poeta contemporâneo: Cláudio Willer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s